Página Inicial / Política / CÂMARA APROVA MUDANÇAS NO PLANO DE CARGOS E SALÁRIOS DOS PROFESSORES E SERVIDORES MUNICPAIS DE GUARAPARI-ES

CÂMARA APROVA MUDANÇAS NO PLANO DE CARGOS E SALÁRIOS DOS PROFESSORES E SERVIDORES MUNICPAIS DE GUARAPARI-ES

Na sessão extraordinária, realizada na quinta-feira (04), os vereadores aprovaram, por unanimidade, dois Projetos de Lei (PL’s) que modificam o plano de cargos e salários dos professores e servidores municipais.

O PL nº 108/2019 insere o 7º nível no plano de cargos e salários dos professores da rede municipal. Com isso, os profissionais com doutorado poderão ter 10% a mais na base salarial do que os professores com mestrado ou apenas a graduação. Já o PL nº 111/2019 concede reajuste aos servidores efetivos e a porcentagem desse aumento varia de acordo com a função.

O presidente da Câmara, vereador Enis Gordin (PRB), explicou que devido a importância dos projetos decidiu realizar a sessão extraordinária antes do recesso parlamentar. “A gente não poderia ir para o recesso e deixar os servidores e professores apreensivos sem saber se iriam receber. Graças a Deus todos os vereadores participaram e essas matérias foram aprovadas”, disse Enis.  

O presidente da Comissão de Economia e Finanças lembrou que há 5 anos os servidores não recebem reajuste salarial e que o plano de cargos e salários foi a maneira que o Executivo encontrou para corrigir isso. “Ele não quer dá o reajuste, mas nós já entramos com uma ação no Ministério Público para que ele dê o que é de direito do servidor”, relatou Grijó.

A presidente da Comissão de Educação, vereadora Paulina Aleixo (PRO), que já foi professora e diretora escolar, afirmou que gostaria que o reajuste dos professores fosse maior. “O magistério merecia muito mais, mas a gente está feliz porque eles queriam isso e não poderíamos jamais rejeitar o projeto”, disse Paulina.

O presidente do Sintrag, Thiago Magno, explicou que o reajuste dos servidores foi concedido de acordo com o nível ocupado, sendo que quem tem um menor nível e ganha abaixo do salário mínimo teve um reajuste um pouco maior. Ele também agradeceu a aprovação do projeto. “Estou muito feliz com o desempenho da Câmara que entendeu que esse não era o melhor reajuste, mas para o servidor que está há anos com o salário defasado porque não estava tendo reajuste isso faz diferença. Há mais de um mês o Enis me prometeu que assim que o projeto chegasse na Câmara seria votado. Ontem ele me ligou e me avisou que o projeto iria para votação. Agradeço de coração ao empenho dele”, afirmou Thiago.

 

 

Você pode Gostar de:

Maia defende debate sobre monopólio da Caixa em gestão do FGTS

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), defendeu hoje (8) que o Congresso …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *