Página Inicial / Polícia / DHPP de Guarapari representa por prisão de homem que matou criança de quatro anos

DHPP de Guarapari representa por prisão de homem que matou criança de quatro anos

A equipe da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Guarapari, representou pela prisão de L.B., de 27 anos, principal suspeito de ser o autor dos disparos que vitimaram Enzo Gabriel Ribeiro Ferreira, de 4 anos, no último sábado (10), no bairro Kubtischek. Enzo estava com a mãe e o pai quando foi morto a tiros. A mãe dele também foi ferida e levada para um hospital.

As investigações, conduzidas pelo titular da DHPP Guarapari, delegado Franco Malini, começaram imediatamente após o fato e indicaram que o crime foi motivado por uma vingança. O pai da criança, J.J.F., de 28 anos, era o principal alvo dos disparos.

“Contra ele havia um mandado de prisão em aberto, expedido em maio pela 1ª Vara Criminal de Linhares. Ao verificar este histórico, descobrimos que o pai do menino tentou matar o detido de 27 anos e há menos de seis meses se mudou com a família para Guarapari. O preso veio até aqui em busca de revanche, com o intuito de matar a família toda”, explicou o delegado.

L.B. encontrou as vítimas em um imóvel em construção perto da casa deles. Ele invadiu o local atirando contra a família. Após os disparos, J.J.F. saiu correndo pela rua pedindo socorro e se escondeu. O autor dos tiros também fugiu do local. Imediatamente, buscas foram iniciadas com o apoio da Polícia Militar, que acionou helicóptero Hárpia, mas nem o autor, nem o alvo foram localizados.

Nesta segunda-feira (12), a equipe da DHPP continuou as buscas e localizou J.J.F. no Centro de Guarapari. “Quando o encontramos, constatamos que ele também foi atingido por um dos tiros no braço, de raspão. Demos cumprimento ao mandado do pai da criança e ele já foi encaminhado ao Centro de Detenção Provisória de Guarapari”, explicou o delegado.

Nesta segunda-feira (12), a justiça expediu o mandado de prisão temporária em desfavor de L.B. Diligências estão em andamento para localizá-lo. A Polícia conta com a colaboração da população e qualquer informação pode ser passada, de forma sigilosa, por meio do Disque-Denúncia 181 ou pelo disquedenuncia181.es.gov.br, onde é possível anexar imagens e vídeos.

Fonte: Assessoria de Comunicação Polícia Civil

 

Você pode Gostar de:

Suspeito de tráfico de drogas em Mimoso do Sul é preso em operação conjunta

Na manhã desta sexta-feira (08), a equipe da Delegacia de Polícia (DP) de Mimoso do …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *