Página Inicial / Política / Espírito Santo sediará a maior feira do Agroturismo do País em novembro

Espírito Santo sediará a maior feira do Agroturismo do País em novembro

O município de Venda Nova do Imigrante sediará a 15ª edição da Feira Nacional do Agroturismo Rural (RuralTur), maior evento de agroturismo do Brasil. O lançamento oficial do evento aconteceu na tarde desta quinta-feira (15) no Palácio Anchieta, em Vitória, com a presença do governador Renato Casagrande, empresários e outras autoridades. O grande objetivo do Governo é promover o Espírito Santo como destino nacional do agroturismo. 

A 15º RuralTur acontecerá de 20 a 24 de novembro no Centro de Eventos Padre Cleto Caliman, o Polentão, em Venda Nova do Imigrante – na região sudoeste serrana do Estado. A programação da feira inclui palestras, talk show, roteiros de experiência na Região Turística Montanhas Capixabas, além da comercialização de produtos, vivências culturais e gastronômicas.

Para o governador, o evento é uma oportunidade de se promover o turismo no Espírito Santo. Casagrande lembrou que, além da região de montanhas, as demais regiões do Estado também estão se organizando para receber os turistas.

“As pessoas olham para o Brasil e não têm a mesma segurança que têm quando olham o Estado do Espírito Santo. O apoio a eventos como esse aqui é sim um instrumento de política pública. O Estado com o nível de organização que temos hoje, nos dá capacidade de fazer esses próximos quatro anos de muitas realizações. Estamos trabalhando muito e o turismo rural vai ser uma oportunidade de divulgarmos o nosso Estado para o Brasil e para todo o mundo”, afirmou.

O município de Venda Nova do Imigrante é referência em todo o País como o berço do Agroturismo, modalidade de turismo rural que associa a vivência do cotidiano agrícola ao lazer, à visitação e a valorização do meio ambiente.  

Reconhecido como a Capital Nacional do setor pela Associação Brasileira de Turismo Rural (Abratur), o município capixaba começou a desenvolver o Agroturismo em 1987, quando a atividade nem tinha nome no Brasil. A denominação usada vem do italiano “agroiturismo” e foi na Itália que os primeiros empreendedores buscaram informações para a prática.

“Este é um momento importante para o Espírito Santo, quando todo o setor ligado ao agroturismo do País estará com os olhos voltados para esta exitosa história de transformação do modelo de produção agrícola familiar”, comentou o secretário de Estado de Turismo, Dorval Uliana, que destaca ainda o potencial turístico do Estado para os roteiros denominados turismo de experiência. 

Entre os objetivos da feira, estão: geração de negócios, estímulo ao empreendedorismo, debate sobre a geração de políticas públicas e de conhecimento técnico, tendências e inovação e o fomento ao turismo de experiência nas propriedades rurais.

O evento está sendo organizado pela Secretaria de Estado de Turismo (Setur), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Convention Montanhas Capixabas, Agrotur, Prefeitura de Venda Nova do Imigrante, Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) e Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes).  

Assessoria de Comunicação do Governo Foto: Hélio Filho/Secom

 

Você pode Gostar de:

Comissão Processante da Câmara de Guarapari pede condução coercitiva do ex-secretário Edgar Bhele

Na reunião desta terça-feira (03), a Comissão Processante que investiga a denúncia contra o vereador …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *