Página Inicial / Política / Governador Renato Casagrande participa da entrega do 6º Prêmio Maria Luiza Dadalto

Governador Renato Casagrande participa da entrega do 6º Prêmio Maria Luiza Dadalto

O governador do Estado, Renato Casagrande, e a primeira-dama, Maria Virgínia Casagrande, participaram da entrega do 6º Prêmio Maria Luiza Dadalto, na manhã desta quinta-feira (12), no Salão São Tiago, no Palácio Anchieta, em Vitória. O prêmio é realizado pela Federação das Apaes do Estado do Espírito Santo (Feapaes-ES) e tem o objetivo de homenagear personalidades físicas e jurídicas que atuam na defesa da pessoa com deficiência.

Este ano foram homenageados o senador Romário de Souza Faria; a pedagoga Sabina Joanna Berger Uliana, nascida em Santa Maria de Jetibá, fundadora da Apae no município e primeira professora pomerana do Espírito Santo; e a professora Marlene Felisberto Fiorot (em memória), que atuou na profissão por 30 anos e participou ativamente da fundação da Pestalozzi de Linhares e da criação da Federação das Associações Pestalozzi do Estado do Espírito Santo.

O governador Casagrande destacou a importância das entidades assistenciais e do comprometimento com a causa:

“Estamos em um ambiente de homenagem à vida. Fui conselheiro da Apae de Castelo e nos meus mandatos sempre fui próximo das entidades. Em 2014 desenvolvemos com a Secretaria de Educação esse modelo de trabalho que é usado até hoje e serve de modelo para o Brasil. Ficamos anos sem reajuste e estamos ampliando agora essa parceria. É um reconhecimento da importância deste trabalho. Ninguém quer piedade, todos queremos oportunidades. O que dá vida aos usuários destas instituições é a convivência. Que a gente continue priorizando e valorizando a vida e que possamos enfrentar àqueles que acham que a morte é o caminho da humanidade”, ressaltou.

Durante o evento também foi lançada a “Cartilha Orientativa – Programa de Autogestão e Autodefensoria”, um material estruturado com o objetivo de fortalecer o programa de Autogestão e Autodefensoria nas Apaes, destacando pontos fundamentais para a pessoa com deficiência intelectual como: a eliminação de rótulos, o respeito à identidade própria, a autonomia e participação e a defesa dos seus próprios direitos.

O presidente da Feapaes-ES, Vanderson Pedruzzi Gaburo, espera que o documento transforme a vida das pessoas com deficiência. “Esperamos que esse documento possa contribuir nessa direção e auxiliar a construção de espaços de participação e estímulo para o protagonismo das pessoas com deficiência intelectual”, disse.

Atualmente, cerca de 5.200 alunos especiais são atendidos nas Escolas da Rede Estadual de Ensino, através do Centro de Atendimento Educacional Especializado (CAEE). O trabalho é viabilizado, por meio de uma parceria do Governo do Estado, via Secretaria de Estado da Educação (Sedu), com Apaes, Pestalozzis, Associação dos Amigos dos Autistas do Espírito Santo (Amaes) e União dos Cegos de Jaguaré.

Os recursos destinados às 58 instituições credenciadas e hoje com serviços ativos, permitem a contratação de professores, pedagogos e cuidadores, além da compra de material didático para os alunos do Atendimento Especializado.

Prêmio

Realizado anualmente desde 2014, o prêmio leva o nome da professora Maria Luiza Dadalto, que se dedica há mais de 50 anos à causa apaeana no Estado. Ela contribuiu para a criação de Apaes e para a fundação da Feapaes-ES, e, até hoje, atua com dedicação em prol da pessoa com deficiência intelectual e múltipla.

Movimento apaeano no Espírito Santo

A Feapaes-ES, fundada em 1992, é uma instituição sem fins lucrativos, voltada para a melhoria da qualidade de vida da pessoa com deficiência intelectual e múltipla e para a atuação sustentável das Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apaes) no Espírito Santo e suas demais filiadas, formando juntas o movimento Apae-ES.

A instituição desenvolve ações de defesa e garantia de direitos, promoção da cidadania, assessoramento, formação e capacitação na área da deficiência intelectual e terceiro setor, articulação no âmbito das políticas de assistência social, educação, saúde, outras políticas transversais, estudo e pesquisa, congregando 42 instituições filiadas em 39 municípios do Estado.

Também estiveram presentes a vice-governadora do Estado, Jaqueline Moraes; além dos secretários de Estado: Vitor de Angelo (Educação); Júnior Abreu (Esporte), Nara Borgo (Direitos Humanos).

Foto: Hélio Filho/Secom

 

Você pode Gostar de:

Câmara vai votar projetos que somados liberam cerca de R$ 795 mil para APAE, Pestalozzi e Recanto dos Idosos em Guarapari

O presidente da Câmara, vereador Enis Gordin (PRB), se reuniu, nesta segunda-feira (02), com representantes …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *