Página Inicial / Polícia / OPERAÇÃO DA PC E DA PM PRENDE 15 PESSOAS E APRENDE ARMAS E MUIÇÕES EM BAIRROS DE VITÓRIA-ES

OPERAÇÃO DA PC E DA PM PRENDE 15 PESSOAS E APRENDE ARMAS E MUIÇÕES EM BAIRROS DE VITÓRIA-ES

As polícias Civil e Militar realizaram uma operação integrada, na segunda-feira (06) nos bairros da Penha, Gurigica, Bonfim e Itararé, em Vitória. A atividade, com ação do Departamento Especializado de Investigação Criminal (Deic), resultou na prisão de 15 pessoas e na apreensão de quatro adolescentes.

Entre os detidos estão C. G. S., de 19 anos, apontado como gerente do tráfico de drogas na região do Bairro da Penha e preso com um fuzil calibre 556; M. A. A. S., de 27 anos, integrante da organização criminosa que atua no Bairro da Penha e apontado como autor do disparo que matou uma grávida no morro da Gurigica, em agosto do ano passado; D. A. O., suspeito de comprar e dar manutenção em aparelhos eletrônicos roubados pela organização criminosa e responsável por troca de imei de aparelhos e desbloqueio de celulares do tipo iPhones e iPads. Na casa de D. A. O foram apreendidas várias peças de aparelhos eletrônicos escondidos em uma oficina.

Também foram apreendidos um fuzil calibre 556 municiado e com luneta; uma carabina calibre 22 com luneta e silenciador; uma pistola calibre .40 e 23 munições de mesmo calibre; um simulacro de pistola; 18 papelotes e 236 pinos de cocaína; 20 celulares, três iPads, dois notebooks, um kit para desmonte de celulares e radiocomunicadores e munições de diversos calibres.

O delegado-geral da Polícia Civil, José Darcy Arruda, destacou o trabalho de investigação, de inteligência e de troca de informações com a Polícia Militar. “Essa ação foi um duro golpe no crime organizado. Nós conseguimos prender pessoas importantes que atuam no tráfico de drogas da região e tiramos armamento das ruas sem perder uma vida ou colocar vidas em risco. Foi uma operação exitosa, gratificante e satisfatória por retomar a paz social aos moradores de bem desses bairros. Toda vez que eles tentarem contra o Estado Democrático de Direito, eles encontrarão as polícias pela frente”, afirmou.

O comandante-geral da Polícia Militar, tenente-coronel Moacir Leonardo Vieira Barreto, atribuiu o bom resultado alcançado a mais uma ação conjunta entre as polícias. “Nós apoiamos essa ação com mais de 80 policiais, divididos em mais de 20 viaturas e ainda usamos a aeronave. O resultado obtido reflete a aplicação de técnicas policiais e de planejamento. Essa exitosa ação que demonstrou que os policiais estão preparados para atuar diuturnamente em prol da sociedade capixaba”, afirmou.

A operação

Os policiais cumpriram quatro mandados de prisão e prenderam 15 pessoas em flagrante. O delegado responsável pela Delegacia Especializada de Segurança Patrimonial, Henrique Vidigal, informou que essa operação é um desdobramento das investigações sobre os ataques sofridos pelas empresas que fornecem alimentação aos detentos do sistema prisional capixaba, em fevereiro, em Cariacica, e também sobre dois veículos incendiados no bairro Consolação, em Vitória, e um ônibus incendiado em Nova Almeida, na Serra.

“No decorrer dessas investigações, nós conseguimos identificar que 11 pessoas participaram do ataque ao ônibus, duas delas detidas ontem. O mesmo grupo é apontado como o responsável por promover os três outros ataques. Estamos saturando os trabalhos para identificar se há mais envolvidos no incêndio”, disse.

Ainda nessa segunda-feira foram presos R. S. S., de 23 anos, e W. A. F., de 21 anos. “Trata-se de uma organização criminosa com muitos membros e bem ramificada. O que apuramos é que eles queriam atingir o Estado de alguma forma, inclusive planejavam ataques em delegacias e em viaturas, mas foram imediatamente neutralizados pela polícia”, revelou Vidigal.

Também foram presos na operação: F.G.A., de 21 anos, detido por tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo; R. S.G., de 19 anos, D.G., de 18 anos, L.O. P.M., de 21 anos e K.S.N., de 18 anos,  por tráfico de drogas, associação ao tráfico de drogas  e informante; J.V.R.D., de 19 anos, tráfico de drogas , associação ao tráfico  de drogas e informante; por feminicídio e receptação; M.F.S., 21 anos, e L.S.F., de 19 anos,  associação ao tráfico de drogas e informante e porte ilegal de arma de fogo de calibre restrito; T.R.S., de 24 anos, por tráfico de drogas , associação ao tráfico  de drogas e informante e receptação  e G.A.S., de 20 anos, mandado de busca e apreensão. Além disso, quatro adolescentes, dois de 17 anos e dois de 16 anos, também foram apreendidos.

Incêndio ao carro de reportagem

Em relação ao incêndio ao carro de reportagem da equipe da Rede Vitória de Comunicação, o delegado-geral informou que dois dos suspeitos já foram identificados. “Assim que tomei conhecimento do fato, determinei aos policiais que já iniciassem as investigações sobre esse fato. Agora, com as respectivas identificações dos envolvidos, vamos em busca de efetuar a prisão deles. Nós repudiamos qualquer ataque à imprensa e vamos continuar a exercer nosso papel em todos os municípios do Estado onde forem necessários”, concluiu.

Fonte/Foto: Assessoria de Comunicação Polícia Civil Fernanda Pontes

 

 

Você pode Gostar de:

10ª Cia Ind apresenta Projeto de Prevenção em Saúde Militar em programa de rádio em Piúma

Nesta terça-feira (15), o comandante da 10ª Companhia Independente, major Marsuel Botelho Riani e a …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *