Página Inicial / Polícia / Polícia Civil encaminha mais de uma tonelada de drogas para incineração

Polícia Civil encaminha mais de uma tonelada de drogas para incineração

Na sexta-feira (02), cerca de uma tonelada de entorpecentes foi encaminhada pela Polícia Civil para incineração em uma siderúrgica na Serra. O Departamento Especializado de Narcóticos (Denarc) foi o responsável pela logística e transporte do material. Esta é a primeira destruição de entorpecentes realizada neste ano na Grande Vitória.

 “A maior parte do material encaminhado para a destruição é fruto de apreensões realizadas neste ano, não só em operações do Denarc, mas também de outras delegacias e da Polícia Militar. A Polícia Civil já recebeu autorização judicial para destruir o material”, explicou o chefe do Denarc, delegado Fabrício Dutra.

 Quando a justiça autoriza a destruição de material, um complexo processo logístico é montado para realizar a incineração. “Os entorpecentes são coletados e encaminhados para um depósito, cuja localização é sigilosa, por motivos de segurança. Nós contatamos uma empresa, que dispõe do equipamento adequado para a incineração e marcamos dia e hora, também de forma sigilosa. O transporte da droga e a destruição são realizados pela Polícia Civil”, explicou o delegado.

 Por motivos de segurança, o acesso ao local de destruição da droga é restrito a poucas pessoas. Apenas policiais e alguns funcionários da empresa permanecem na área durante a incineração.

 “A retirada dessa droga do mercado representa um forte golpe na estrutura do tráfico de drogas. Isso é fruto de um trabalho da Polícia Civil e também da Polícia Militar, que atuam em conjunto, e demonstra para a sociedade o quanto as polícias vêm trabalhando no combate à oferta da droga”, ressaltou o Delegado Geral da Polícia Civil, José Darcy Arruda.

 Balanço 2019: Mais de 320 kg de drogas apreendidas

 Na ocasião, o chefe do Departamento também fez um balanço sobre o trabalho do Denarc no primeiro semestre de 2019. Entre janeiro e julho deste ano, mais de 320 quilos de drogas foram apreendidos nas operações realizadas pelo Departamento. Em 349 operações, foram retirados de circulação quase 256 quilos de maconha, mais de 47 quilos de crack e 18 quilos de cocaína.

 

Isso representa um aumento 50% no volume de apreensões, com relação ao primeiro semestre do ano passado, quando foram apreendidos aproximadamente 213 quilos de entorpecentes. Neste mesmo período de 2019, 138 pessoas foram presas em operações do Denarc e 25 armas de diversos calibres foram apreendidas.

 O balanço semestral do Denarc também traz números resultantes de uma mudança na estratégia com relação às investigações, com maior foco sobre o tráfico de drogas sintéticas. Entre janeiro e julho de 2019, foram apreendidas mais de 13 mil unidades de ecstasy e 9.420 unidades de LSD, além de 880 gramas de MD e cristal.

 “O Denarc reestruturou seus parâmetros de atuação, a partir de uma mudança no perfil do consumo de drogas no Espírito Santo. Nós passamos a verificar que o consumo deste tipo de drogas estava se intensificando, e o perfil do traficante também mudou. As apreensões registradas neste primeiro semestre deixam claro que nossas investigações e nosso serviço de inteligência estão no caminho certo”, afirmou o titular da Denarc 1, delegado Diego Bermond.

 

 

SUPERINTENDÊNCIA DE POLÍCIA ESPECIALIZADA UNIDADE DENARC

 DADOS SOLICITADOS DE JANEIRO À JULHO DE 2019

 QUANTITATIVO DE OPERAÇÕES REALIZADAS:  349

QUANTITATIVO DE PESSOAS PRESAS:  138

QUANTITATIVO DE MENORES APREENDIDOS:  5

QUANTITATIVO DE DROGAS APREENDIDAS:

MACONHA – 255 KG; CRACK – 47 KG;

COCAINA – 18 KG;

ECSTASE – 13.009 unidades;

LSD – 9.420 unidades;

MD / CRISTAL – 880 gramas.

QUANTITATIVO DE ARMAS APREENDIDAS: 25 unidades.

 Fonte: Assessoria de Comunicação Polícia Civil

 

Você pode Gostar de:

Suspeito de tráfico de drogas em Mimoso do Sul é preso em operação conjunta

Na manhã desta sexta-feira (08), a equipe da Delegacia de Polícia (DP) de Mimoso do …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *