Página Inicial / Política / PREFEITURA DE GUARAPARI-ES INFORMA QUE A CENTRAL DE CADASTRO ÚNICO ESTÁ EM NOVO ENDEREÇO

PREFEITURA DE GUARAPARI-ES INFORMA QUE A CENTRAL DE CADASTRO ÚNICO ESTÁ EM NOVO ENDEREÇO

A Prefeitura de Guarapari, através da Secretaria Municipal de Trabalho, Assistência e Cidadania (Setac) informa aos moradores de Guarapari, que a Central do Cadastro Único já está funcionando em novo endereço. O espaço foi todo estruturado para oferecer mais conforto e comodidade aos usuários do serviço.

A nova central do Cadastro Único fica localizada na Rua Dinarte dos Santos, ao lado do Banestes de Muquiçaba. Funciona de segunda a quinta-feira, 08h às 17h. Na sexta-feira, o atendimento é de 08h ao 12h. o agendamento de atendimento acontece sempre nos dois primeiros dias úteis do mês, pelo telefone 3361 4456.

“Desde o início da gestão, o prefeito, Edson Magalhães, tem buscado alternativas para a melhoria do atendimento à população, que procura a Central do CadÚnico. A nova sede da Central do Cadunico agora está localizada em área de fácil acesso, em um ambiente climatizado, e com atendimento agendado para evitarmos que o munícipe fique na fila esperando o atendimento”, disse a secretária de Trabalho, Assistência e Cidadania.

O Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (Cadastro Único) é um instrumento que identifica e caracteriza as famílias de baixa renda, permitindo que o governo conheça melhor a realidade socioeconômica dessa população. Nele são registradas informações como: características da residência, identificação de cada pessoa, escolaridade, situação de trabalho e renda, entre outras. 

Tal cadastro é utilizado por diversos programas como: Bolsa Família, da Tarifa Social de Energia Elétrica, Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI), Carteira do Idoso, programas habitacionais, isenção de taxa para concursos públicos, Id jovem, fomento às aposentadorias para segurado facultativo sem renda própria, CNH social, desconto contribuição( INSS) para que dedicam exclusivamente a atividades domesticas, dentre outros entre outros. Também pode ser utilizado para a seleção de beneficiários de programas ofertados pelos governos estaduais e municipais.

Para se inscrever no Cadastro Único, é preciso que uma pessoa da família se responsabilize por prestar as informações verídicas de todos os membros para o entrevistador, além de se comprometer a atualizar o cadastro sempre que houver mudanças.

A Central do Cadastro Único realiza cadastros novos, visitas sociais, atualizações e transferências de cadastros, acompanhamento das famílias pela saúde, acompanhamento da frequência escolar, entre outros.

Documentos para se cadastrar

– Carteira de trabalho de todos os maiores de 16 anos, que residam no domicílio;

– Comprovante de renda, atualizado, de todos os maiores de 16 anos, que residam no domicílio;

– CPF, Identidade e Título de Eleitor, originais, de todos os moradores do domicilio;

– Certidão original de nascimento de todos os menores de 18 anos que residam no domicílio;

– Certidão original de casamento (para os casados civilmente);

– Declaração escolar de todos os membros menores de 16 anos, com validade de 30 dias;

– Comprovante de residência, do mês atual, em nome do morador. Caso não possua comprovante em seu nome, apresentar declaração de residência devidamente assinada e carimbada pelo presidente da Associação de Moradores do território. Quando se tratar de imóvel alugado, o solicitante deverá apresentar declaração assinada pelo proprietário do imóvel, com número de documento do emissor. A declaração tem validade de 30 dia.

Podem se inscrever no Cadastro Único:

– Famílias com renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa;
– Famílias com renda mensal total de até três salários mínimos; ou
– Famílias com renda maior que três salários mínimos, desde que o cadastramento esteja vinculado à inclusão   em programas sociais nas três esferas do governo. 

Pessoas que moram sozinhas podem ser cadastradas. Elas constituem as chamadas famílias unipessoais.

Pessoas que vivem em situação de rua — sozinhas ou com a família — também podem ser cadastradas.

Cadastro em dia

As pessoas inscritas no Cadastro Único assumem o compromisso de prestar informações verdadeiras e atuais sobre sua família. Manter o cadastro atualizado é importante porque o governo utiliza esses dados para conhecer melhor as necessidades das famílias e oferecer benefícios e serviços sociais que contribuam para a melhoria de vida de todos. Além disso, a maioria dos programas sociais que usam o Cadastro Único só concede benefícios para as pessoas que estão com o cadastro atualizado, como é o caso do Programa Bolsa Família e da Tarifa Social de Energia Elétrica. 

Fonte/Foto: Assessoria da PMG

 

Você pode Gostar de:

Governador Renato Casagrande entrega rodovia e equipamentos agrícolas em Colatina

O governador do Estado, Renato Casagrande, entregou, na manhã de domingo (13), a obra de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *